5 dicas infalíveis para reduzir medidas e ficar linda durante o verão

Os maiores especialistas do país entregam os cinco conselhos fundamentais para emagrecer de forma saudável e ficar com o corpo em dia na temporada de praia. Confira!

Beba mais água
Bruno Halpern, endocrinologista da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso), afirma que beber meio litro de água até 15 minutos antes da refeição irá ajudá-la a comer menos, já que o líquido preenche o estômago e antecipa a sensação de saciedade. Além disso, não tomar a quantidade recomendada provoca o aumento da produção de ADH, hormônio antidiurético, o que leva à retenção de líquidos. Quanto e como consumir Bruno sugere 2 litros de água todos os dias. De preferência, não gaseificada, já que esse tipo pode provocar desconforto abdominal e gases. Sucos naturais não entram na conta.

Reduza o sal
O brasileiro consome, em média, 10 gramas de sal por dia, o que equivale ao dobro do que é recomendado pelo Ministério da Saúde. “Apesar de já ser um índice bastante alto, essa conta não inclui o sal presente nos alimentos industrializados e também nas comidas consumidas fora de casa, em restaurantes”, acrescenta o endocrinologista Filippo Pedrinola, de São Paulo, membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Segundo o médico, cada grama de sal – o equivalente a um pacotinho daqueles avulsos – tem 0,4 grama de sódio e, a cada 9 gramas desse elemento, 1 litro de água se acumula no corpo, causando o inchaço. A recomendação para fugir da cilada é diminuir o consumo de comidas industrializadas e passar a usar ervas para temperar. Quanto e como consumir Ao cozinhar os alimentos, adicione 1 colher de sopa de uma mistura de diversas ervas (salsa, manjericão, alecrim, tomilho, louro), além de cebola a gosto. Você sentirá menos necessidade de colocar sal na comida.

Faça seis refeições por dia
Segundo o nutrólogo Durval Ribas Filho, alimentar-se acada três horas é uma necessidade do organismo. “Se vocêesperar mais do que isso para comer, o cérebro envia umalerta ao corpo para estocar energia, o que diminui a capacidadede queimar calorias, levando ao ganho de peso”, explica.Mais: ao dar intervalos grandes entre as refeições,você chega à mesa com muito mais fome e acaba exagerando.Comer de tempos em tempos ainda mantém o metabolismosempre lá no alto, gastando maisenergia ao longo do dia. Quanto e comoconsumir A dieta média recomendada aadultos é de 2 mil calorias diárias, divididasem seis refeições. As maiores – caféda manhã, almoço e jantar – devemconter de 20 a 25% do total de calorias(de 400 a 500 cada uma). Os lanches ficamcom o restante (ou seja, três deles,com 200 calorias cada um). Os númerospodem mudar conforme o tipo e a frequênciada prática de atividade física,a altura e a idade de cada pessoa.

Rreduza o açúcar
“Ele é um carboidrato vazio. A energia se esvai rapidamente, deixando você com fome em pouco tempo, e não há absorção de nutrientes”, observa Mariana Del Bosco, nutricionista da Abeso. Além disso, a ingestão do açúcar faz com que o organismo libere mais insulina, hormônio que, quando produzido em excesso, contribui para o aumento dos estoques de gordura, principalmente na região abdominal. Foi comprovado, ainda, que a frutose, tida por muito tempo como um “bom” açúcar, também leva ao aumento da gordura visceral. A substância está presente em refrigerantes, barrinhas de cereais e produtos industrializados. Quanto e como consumir Segundo o Ministério da Saúde, a ingestão diária de açúcar não deve ultrapassar 10% do total calórico do seu dia. Ou seja, se a sua dieta tem 2 mil calorias, reserve apenas 200 delas para o açúcar. “Na prática, não significa eliminar todos os doces do cardápio. Mas vale reservá-los apenas para os fim de semana. No mais, fique de olho nos rótulos”, sugere Mariana. Não é uma boa saída trocar o açúcar refinado pelo mel ou melado. Prefira usar adoçantes de aspartarme, ciclamato ou estévia (planta com o poder de adoçar) em sucos e cafés.

Continue lendo na Revista Claudia>>

 

Por: Bruna Bittencourt e Isabella D’Ercole
Fonte: Revista Claudia

Curta nossa Fanpage!

invel-recharge-colchonete-dormir-melhor
Invel® Recharge é destaque em andar temático do Nikkey Palace Hotel
17 de agosto de 2017
Roupas inteligentes que aliviam dores
12 de maio de 2017
“O Incrível tecido que cura”
13 de maio de 2016
Palestra Meditação e Relaxamento – Despertar e Descansar
12 de abril de 2016
XXI Curso Introdutório à Liga de Dor
8 de abril de 2016
Reportagem – Caminhos alternativos – Rádio CBN
9 de outubro de 2015