Acupuntura: um tratamento alternativo para dores lombares

A acupuntura já está sendo usada pela saúde pública como tratamento alternativo para lombalgia. Saiba como funciona e os benefícios deste procedimento.

Um estudo divulgado no final de 2007 apontou a acupuntura como um método eficaz para amenizar dores lombares persistentes. Segundo a pesquisa conduzida por médicos da Universidade de Regensburg, na Alemanha, foram avaliados mais de mil pacientes com idade média de 50 anos e dor lombar crônica. O grupo que mais se beneficiou foi aquele submetido a sessões periódicas para colocação de agulhas em pontos chaves (energéticos, conforme a tradicional medicina chinesa) do corpo, em comparação com o grupo que recebeu o tratamento tradicional à base de medicamentos. O trabalho foi publicado na respeitada revista Archives of Internal Medicine, editada nos EUA.

O uso dos recursos chamados alternativos para tratar dores em pontos variados já é parte integrante do Sistema Único de Saúde (SUS), no Brasil. No leque, estão incluídas a acupuntura, a homeopatia e as práticas corporais como Lian Gong, que conta com seqüências específicas para prevenir o aparecimento e também tratar lombalgias já instaladas, como afirma o médico acupunturista Mário Cabral, assessor técnico da área temática de Medicinas Tradicionais e Práticas Integrativas em Saúde da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo.

A acupuntura age no local para redução da dor e da inflamação e contribui também para fortalecer o funcionamento da fisiologia corporal como um todo ao ativar os pontos relacionados ao sistema shin (rins), que controla também a região lombar. Segundo o acupunturista Mário Cabral, é o desequilíbrio que causa as contraturas musculares e faz aparecer desvios e lesões na coluna que vão causar dor. Já a técnica do Lian Gong “traz benefícios evidentes, mas precisa ser orientado para produzir os efeitos terapêuticos desejados”, diz o biólogo e professor de práticas corporais chinesas Jaime Kuk. Ele faz a ressalva de que há casos em que a prática corporal, por si só, não resolverá o problema.

Continue lendo no Revista Viva Saúde>>

Por: Stella Galvão
Fonte: Revista Viva Saúde 

Curta nossa Fanpage!

invel-recharge-colchonete-dormir-melhor
Invel® Recharge é destaque em andar temático do Nikkey Palace Hotel
17 de agosto de 2017
Roupas inteligentes que aliviam dores
12 de maio de 2017
“O Incrível tecido que cura”
13 de maio de 2016
Palestra Meditação e Relaxamento – Despertar e Descansar
12 de abril de 2016
XXI Curso Introdutório à Liga de Dor
8 de abril de 2016
Reportagem – Caminhos alternativos – Rádio CBN
9 de outubro de 2015