OS BENEFÍCIOS APRESENTADOS SÃO VALORES MÉDIOS OBTIDOS ATRAVÉS DE ESTUDOS CIENTÍFICOS E APROVADOS PELA ANVISA, CONTUDO, O RESULTADO DEPENDE DO METABOLISMO DE CADA PESSOA E PODE APRESENTAR VARIAÇÕES.
Televendas: 11 5077-7144   |   : 11 98768-0244
Televendas: 11 5077-7144   |   : 11 98768-0244

Efeitos da insônia são maiores nas mulheres do que nos homens

Insônia

A insônia é um distúrbio bastante comum e que atinge uma grande parte das pessoas em todo o mundo. Apesar desta condição não escolher suas vítimas, nem por sexo, nem por idade, estudos comprovam que os efeitos da insônia são mais prejudiciais á saúde das mulheres do que dos homens.

Os efeitos da insônia vão desde a ocorrência de uma série de problemas cardiovasculares no indivíduo, embora este risco seja ainda maior nas mulheres que não conseguem ter uma boa noite de sono e acabam dormindo pouco.

Adotar bons hábitos de sono é importante para vencer os efeitos da insônia.

Em estudo conduzido por especialistas em medicina do sono, foi constatado que as mulheres que dormiam por períodos inferiores a cinco horas por dia apresentaram maiores níveis da proteína C, uma molécula ligada a problemas cardíacos.

Além de elas serem mais afetadas do que os homens quanto aos efeitos da insônia, o sexo feminino ainda se constitui como um maior fator de risco pelo fato de terem maior propensão a apresentar distúrbios que dificultam o sono, principalmente de ordem psicológica.

Mulheres e os efeitos da insônia

De acordo com especialistas, as mulheres sofrem mais suscetíveis aos efeitos da insônia por motivos genéticos e também hormonais. Durante o período da menopausa, o organismo reduz a produção de progesterona e esta condição favorece a vigília, além de provocar distúrbios de humor, como a ansiedade e a depressão.

As mulheres são mais propensas a sentir os efeitos da insônia exatamente por que é durante o período da menopausa, entre os 45 e 50 anos, que elas ficam com o organismo mais frágil e, assim, surge o distúrbio.

Normalmente, os efeitos da insônia passam assim que a fase inicial da menopausa passa. Porém, se a mulher sentir muitas dificuldades para dormir durante esta fase, é recomendável que procure um especialista do sono para que os efeitos da insônia não causem maiores problemas ao organismo.

É importante lembrar ainda que a insônia favorece o aparecimento de diversos problemas cardiovasculares, como a hipertensão, além de aumentar o risco de infartos e derrames.

Embora o ronco, outro sintoma de que há algo errado com o organismo, tenha maior incidência em pessoas do sexo masculino, os distúrbios hormonais e comportamentais colocam as mulheres em posição de risco elevada em relação aos males de noites mal dormidas.

Três passos para vencer os efeitos da insônia

1. Primeiro adote bons hábitos de sono. Tente deitar-se e levantar-se sempre à mesma hora todos os dias, inclusive aos fins de semana. Prefira refeições leves antes de dormir e desligue qualquer aparelho eletrônico antes de se deitar;

2. O segundo passo é evitar o estresse. Uma das causas mais comum de insônia é o estresse. É aconselhado evitar locais e situações que provocam estresse, realizar atividades prazerosas diariamente e desligar-se do trabalho e das preocupações antes de ir dormir;

3. Quando os passos acima se mostrarem insuficientes para curar a insônia, o médico deverá ser consultado para que a causa da insônia seja descoberta e a doença possa ser tratada de forma adequada. Algumas pessoas podem sofrer os efeitos da insônia devido à reação de algum medicamento que esteja tomando. Se este for o caso, aconselha-se que o médico indique outro medicamento que tenha o mesmo efeito.

 

 

Por: Liliane Rose Christ

Fonte: Doutíssima

Curta nossa Fanpage!

Produtos Invel agora nos catálogos da Àkora
5 de outubro de 2017
invel-recharge-colchonete-dormir-melhor
Invel® Recharge é destaque em andar temático do Nikkey Palace Hotel
17 de agosto de 2017
Roupas inteligentes que aliviam dores
12 de Maio de 2017
“O Incrível tecido que cura”
13 de Maio de 2016
Palestra Meditação e Relaxamento – Despertar e Descansar
12 de Abril de 2016
XXI Curso Introdutório à Liga de Dor
8 de Abril de 2016

Assessoria de Imprensa

Telefone:(11) 4727-4755 ou (11) 4255-1608