Problema de circulação: como saber se eu tenho ou não?

Pernas pra que te quero

Problema de circulação: como saber se eu tenho ou não?

Nem toda dor na perna é causada por algum problema de circulação, mas os problemas da circulação são uma causa importante de dores nas pernas.

circulação sangüínea está presente em todo o corpo, mas muitas vezes é nas pernas que os problemas de circulação aparecem com mais freqüência.

Neste post vou explicar um pouquinho sobre a circulação sangüínea e falar sobre os problemas mais comuns da circulação.

Como funciona a circulação do sangue?

As células dos nossos orgãos precisam de nutrientes (vindos da alimentação) e de oxigênio (vindo da respiração) para se manterem vivas. Além disso, elas também precisam jogar fora as toxinas e impurezas que elas produzem. Tanto o recebimento de nutrientes e oxigênio quanto a retirada de substâncias nocivas é feita através do sangue. E o sangue corre dentro de vasos sanguíneos que estão presentes por todo o organismo. Funciona como o encanamento de água e esgoto de uma casa.

Para o sangue chegar até as células com os nutrientes e oxigênio, ele é impulsionado por uma bomba. Essa bomba é o coração.
Após sair do coração, o sangue caminha pelas artérias, que são os vasos que carregam o sangue que está cheio de nutrientes e oxigênio para todas as células do corpo. A principal artéria do corpo humano é a artéria Aorta, que sai diretamente do coração e dela partem as artérias que irrigam todos os órgãos do corpo. A partir da Aorta, o sangue vai caminhando por artérias cada vez menores até chegar nos capilares.

Os capilares são vasos sangüíneos muito finos, microscópicos. Eles estão próximos das células e é através deles que ocorre a entrega do oxigênio e nutrientes para as células assim como a retirada de toxinas.

Depois de passar pelos capilares, o sangue já está com pouco oxigênio e com poucos nutrientes, sendo então chamado de sangue venoso. O sangue venoso vai precisar passar pelo pulmão para receber oxigênio, pelos intestinos para receber os nutrientes da alimentação e pelo fígado e rins para excretar as substâncias tóxicas que ele recebeu das células. Ele também vai precisar voltar para o coração, para que seja novamente mandado para o restante do organismo. Para chegar até todos esses lugares, ele vai caminhar pelas veias.

sangue venoso dentro das veias vai perdendo o impulso dado pelo coração conforme passa pelos capilares, ou seja, ele fica sem pressão. Então, para voltar para o coração, o sangue vai sendo empurrado lentamente.
Vários mecanismos ajudam esse retorno do sangue: as válvulas que existem dentro das veias, que impedem o sangue de retornar , o movimento da musculatura das pernas, o ato de pisar a planta do pé no chão, o movimento da respiração etc.

Resumindo: temos duas circulações principais: a circulação arterial e a circulação venosa. Sendo assim, existem problemas de circulação arterial problemas de circulação venosa.

Existe uma terceira circulação que é a circulação linfática, que auxilia as veias a coletar as toxinas e o excesso de água produzidos pelas células. Os problemas da circulação linfática, portanto, estão relacionados com o acúmulo de água e toxinas perto das células, ocasionando o inchaço ou edema.

Problemas da circulação arterial nas pernas

Os problemas da circulação arterial são muito sérios e graves, porque vão comprometer o recebimento de nutrientes e oxigênio pelas células do corpo, que precisam disso para sobreviver. Em outras palavras, quando a célula não recebe sangue arterial, ela morre.

Os problemas da circulação arterial são basicamente de dois tipos: o entupimento das artérias ou o crescimento exagerado das artérias.
entupimento das artérias pode ser ocasionado por coágulos de sangue ou por placas de gordura que vão se acumulando na parede das artérias.

Várias doenças podem levar ao entupimento das artérias. As principais são: arritmia do coração, diabetespressão altacolesterol alto, problemas de coagulação do sangue e câncer. O hábito de fumar também é prejudicial para a circulação arterial.

Quando uma artéria entope nas pernas, a pessoa sente dor. A intensidade da dor vai depender se esse entupimento aconteceu devagar ou rapidamente.

Quando a artéria entope de repente, como no caso da formação de coágulo dentro da artéria, a dor na perna é muito forte e aparece subitamente. A perna fica fria, pálida ou arroxeada. Com o passar das horas, a pessoa pode perder a sensibilidade e a movimentação da perna. Nessa situação, a pessoa precisa procurar o serviço de emergência (pronto-socorro) já que em poucos horas a falta de sangue vai levar a morte de todas as células e à necessidade de amputação da perna. O médico, ao detectar o entupimento repentino das artérias, vai precisar indicar cirurgia de emergência para desentupir a circulação e evitar a amputação da perna.

Se o entupimento acontece devagar, como no caso do acúmulo de gordura na parede das artérias, o organismo cria novos vasos menores para levar o sangue arterial até as pernas.

Normalmente, quando a artéria principal entupiu por completo, já há outros caminhos para o sangue chegar até o pé. Nestes casos, a pessoas só sente dor nas pernas quando caminha, porque as células dos músculos da perna precisam trabalhar mais para se movimentar e portanto precisam de mais nutrientes e oxigênio. Quando a pessoa pára, as células não precisam trabalhar tanto e voltam a precisar de menos sangue, ai então a dor pára.

Se a pessoa não tratar a causa do entupimento dos vasos (não cuidar da pressão, do diabetes, não parar de fumar etc) a doença vai piorando e a dor começa a aparecer mesmo quando a pessoa está parada. E se mesmo assim a pessoa persistir sem tratamento, pode aparecer feridas e gangrena, que podem levar a amputação da perna.

O crescimento exagerado das artérias é o que os médicos chamam de aneurismasAneurisma é uma artéria que está maior do que o normal. Os principais riscos dessa doença são a rotura (quando o aneurismacresce tanto que estoura) e a trombose (quando o sangue que está dentro do aneurisma coagula e causa entupimento da artéria). Os aneurismas também são doenças muito sérias e graves e na maioria das vezes precisam de cirurgia.

Problemas da circulação venosa nas pernas

Os problemas da circulação venosa nas pernas levam a dificuldade do sangue de voltar para o coração, acumulando toxinas e água próximo às células. Por causa disso, quem tem problema na circulação venosacostuma ter inchaço e sensação de peso nas pernas.

Os problemas da circulação venosa também são dois: o crescimento exagerado das veias (varizes) e o entupimento das veias (trombose venosa)

Basicamente as varizes aparecem quando as veias não são capazes de encaminhar o sangue de volta para o coração, que fica acumulado dentro dos vasos, deixando-os maiores do que o normal.

trombose venosa acontece quando ocorre o entupimento da veia por um coágulo de sangue. Isso pode ocorrer quando a pessoa fica de cama por conta de alguma doença, ou fica sem mexer a perna devido a uma fratura, ou quando a pessoa tem algum problema no sangue que leva a uma coagulação maior do que o normal. Quando a pessoa tem uma trombose venosa na perna ela sente dor e sensação de peso muito grande. Isso é normalmente acompanhado por um inchaço da perna afetada.

trombose venosa é um problema sério que precisa de atendimento no pronto-socorro o mais rápido possível porque, além de poder afetar para sempre a circulação venosa da perna, pode causar a morte se um pedaço desses coágulos se soltar e viajar pela circulação até o pulmão.

Quando a pessoa tem problemas na circulação venosa, seja varizes ou trombose, ela precisa de tratamento e acompanhamento com médico Cirurgião Vascular. Esses problemas se não tratados podem levar a inchaço irreversível, manchas definitivas nas pernas e até feridas que demoram para cicatrizar.

O tratamento das varizes pode ser feito de várias formas. Neste post falo sobre os diversos tipos de tratamentos para varizes.

Problemas da circulação linfática

Como eu comentei acima, a circulação linfática ajuda a retirar a água e as toxinas produzidas pelas células. Dessa forma, os problemas na circulação linfática levam ao acúmulo de água e toxinas, o que ao longo do tempo ocasiona inchaço das pernas ou edema.

Os problemas da circulação linfática podem surgir desde o nascimento ou podem ocorrer ao longo da vida. O linfedema, nome científico do inchaço causado por problema na circulação linfática, é uma causa importante de inchaço e deve ser tratado para evitar piora do quadro, causando elefantíase, erisipelas e feridas.

Este post, apesar de extenso, é apenas pincelada sobre o assunto. Os problemas de circulação são inúmeros e nem todos estão abordados aqui.

A mensagem mais importante que eu gostaria de passar é que os problemas de circulação podem ser sérios e levar até a perda da perna ou à morte. Sendo assim, se você acha que você tem problemas de circulação, procure um médico especialista em Cirurgia Vascular ou angiologia. Esse médico, após perguntar sobre seus sintomas e examinar a sua perna, vai saber dizer se o seu problema é ou não da circulação e como deve ser o seu tratamento.

 

 

Por Juliana Puggina
Fonte: Pernas pra que te quero

Curta nossa Fanpage!

invel-recharge-colchonete-dormir-melhor
Invel® Recharge é destaque em andar temático do Nikkey Palace Hotel
17 de agosto de 2017
Roupas inteligentes que aliviam dores
12 de maio de 2017
“O Incrível tecido que cura”
13 de maio de 2016
Palestra Meditação e Relaxamento – Despertar e Descansar
12 de abril de 2016
XXI Curso Introdutório à Liga de Dor
8 de abril de 2016
Reportagem – Caminhos alternativos – Rádio CBN
9 de outubro de 2015