Cuidados com a pele: o seu inverno pode ser mais quente

Não é a toa que é no inverno, quando a incidência da radiação ultravioleta é bem menor sobre a Terra e quando as pessoas estão naturalmente, se expondo menos ao Sol, podemos fazer de forma mais segura, os mais diversos tratamentos da pele, não somente da face, como também do pescoço, do colo e das mãos. Não podemos nunca perder o foco de que a pele é o maior órgão do nosso corpo e que, desta maneira, ela pode e deve ser tratada literalmente dos pés à cabeça!

Então é hora de aquecermos de forma específica, pontos e alvos da nossa pele, utilizando os vários tipos de Lasers, fracionados e não fracionados; ablativos ou não ablativos, muitas vezes combinados em uma mesma sessão, para tratarmos do envelhecimento cutâneo, atenuando rugas finas e minimizando a flacidez.

Os peelings químicos são feitos nesta época isolados ou combinados aos Lasers, com uma maior renovação das células da camada mais superficial da pele, ou seja, da epiderme. Sendo assim, a pele vai ganhando uma textura e uma tonalidade bem mais uniformes, principalmente se fizermos tratamentos seriados, com frequência quinzenal ou mensal.

Apesar de menos sol, os protetores de sol não estão dispensados nestes dias mais frios, nublados e chuvosos

Os tratamentos injetáveis, especialmente os preenchedores e os estimuladores do colágeno (Skinboosters), são muito mais seguramente realizados durante este período de inverno, inclusive porque qualquer hematoma que venha a ocorrer, não sofrerá grande exposição ao sol e o risco de uma hiperpimentação transitória, porém inconveniente, diminui bastante. Devemos relembrar que os preenchedores com ação concomitante de estimular o colágeno, especialmente o ácido poli láctico e a hidroxiapatita de cálcio, são perfeitos para serem realizados entre duas sessões de Laser, tanto para o tratamento do fotoenvelhecimento, assim como para o tratamento das cicatrizes de acne.

Apesar de menos sol, os protetores de sol não estão dispensados nestes dias mais frios, nublados e chuvosos.

Além de tudo, devemos considerar que em regiões montanhosas, com geadas ou com neve (que ocorre mais raramente, apenas no sul do Brasil, o sol pode não nos aquecer adequadamente, mas as radiações ultravioletas A e B podem ser até mais agressivas para a pele exposta a elas! Fiquem atentos e não abusem e nem se descuidem!

Infelizmente, a água dos banhos não pode ser muito quente durante este inverno. No entanto, o uso dos óleos de banho e das loções e cremes hidratantes imediatamente após estes banhos, estão super-hiper aquecidos, para que possamos evitar ou não agravar o ressecamento da pele do corpo. Ao utilizarmos estes produtos com frequência diária, vamos devolver a maciez e o brilho natural da pele.

Por fim, vale a pena lembrar também que todos os tratamentos corporais, como por exemplo, para as estrias e para a celulite e as gorduras localizados, são feitos nesta fase do ano, de forma mais tranquila e sem corre-corre. O seu corpo mais bonito e bem tratado, vai ficar esperando que o sol volte a esquentar os dias do próximo verão! Enquanto isso, não perca tempo… O seu inverno vai se tornar com certeza mais quente, à medida que a sua pele estiver sendo bem cuidada!

Continue lendo no Ne10>>

Fonte: Ne10

The post Cuidados com a pele: o seu inverno pode ser mais quente appeared first on Portal Anticelulite – tratamento para celulite.

Curta nossa Fanpage!

invel-recharge-colchonete-dormir-melhor
Invel® Recharge é destaque em andar temático do Nikkey Palace Hotel
17 de agosto de 2017
Roupas inteligentes que aliviam dores
12 de maio de 2017
“O Incrível tecido que cura”
13 de maio de 2016
Palestra Meditação e Relaxamento – Despertar e Descansar
12 de abril de 2016
XXI Curso Introdutório à Liga de Dor
8 de abril de 2016
Reportagem – Caminhos alternativos – Rádio CBN
9 de outubro de 2015