Simpósio Invel apresenta roupa que melhora a circulação sanguínea durante exercícios

A melhor perfusão sanguínea faz com que estruturas corporais como músculos, tendões e articulações sejam melhor nutridos, resultando melhora da performance e recuperação.

Por Gerseli Angeli e Turibio Barros — Orlando, EUA

Quando nos perguntamos qual é o limite do desempenho humano, não podemos deixar de considerar qual é o limite do desenvolvimento de tecnologias para potencializar a performance. Recentemente aconteceu na Cidade Médica de Lake Nona, no estado da Flórida, um Simpósio sobre a tecnologia de roupas que possuem uma Biocerâmica MIG3 incorporada nos fios do tecido a fim de emitir um raio de infravermelho.

A tecnologia funciona da seguinte maneira: a Biocerâmica MIG3 incorporada no tecido, ao receber o calor irradiado pelo corpo, reflete esse calor em forma de um raio de infravermelho que estimula as células do corpo, promovendo a liberação de Óxido Nítrico, que resulta na dilatação dos vasos sanguíneos e consequentemente na melhora da circulação sanguínea. A melhor perfusão sanguínea faz com que as estruturas corporais como músculos, tendões e articulações sejam melhor nutridos e tenha uma melhor remoção dos restos do metabolismo, resultando não só na melhora da performance, como também do processo de recuperação pós exercício.

De acordo com os pesquisadores palestrando no Simpósio, as possibilidades de uso da tecnologia ainda não se esgotaram, existindo pesquisas comprovando seus efeitos positivos como coadjuvante no tratamento da dor, de alterações vasculares e até mesmo da tão temida celulite que assombra mulheres do mundo todo. O desenvolvimento científico não estaciona, e a busca por recursos que implementam a melhora do desempenho físico é sempre uma verdadeira obsessão do ser humano.

O que traz satisfação ao ver o uso de recursos como esse é também perceber que se trata de tecnologia de ponta, sem nenhum comprometimento da saúde, ao contrário das drogas usadas para a melhora do desempenho, contra as quais não devemos dar trégua.